Inseparavelmente Uma Só Coisa

Rate this post

DEUS NÃO CONSEGUE REALIZAR O QUE ELE MESMO PROMETEU?

É tão elevado o chamado para que você e eu sigamos o exemplo de Cristo e andemos em Seus passos, que temos toda razão de querer saber como pode se esperar que homens e mulheres pecadores andem como o Filho de Deus.

A resposta que a maioria das pessoas dá é prática: Na realidade não se pode esperar.  A Palavra de Deus nos apresenta um ideal, belo em seu conceito. Mas é realmente atingível?

A resposta deve ser encontrada nas Escrituras. É uma regra áurea pela qual devemos medir toda verdade: “Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os Seus passos… carregando Ele mesmo em Seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos aos pecados, vivamos para a justiça.” I Pedro 2:21 e 24. Aqui o apóstolo Pedro nos indica o maravilhoso relacionamento para o qual somos chamados – em Cristo.

AS TRÊS PARTES DE UM MILAGRE

(mais…)

Aquietai-vos e Sabei

Rate this post

Minha esposa, meus dois filhos e eu decidimos que todos nós precisamos ter uma comunhão vital e contínua com Deus através da fé em um Salvador real, que é capaz e está pronto a nos salvar até o fim; e que quando saímos para nossas tarefas diárias jamais devemos, mesmo por um instante, romper nossa união e comunhão com Aquele que é poderoso para nos salvar.

O QUE É PERMANECER EM CRISTO

Cristo disse: “Permanecei em Mim, e Eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na Videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em Mim.” João 15:4.

Permanecer em Cristo significa receber constantemente o Seu Espírito onde quer que estejamos e em tudo que fizermos. Esse recebimento deve ser um processo ativo e contínuo durante todo o dia. Enquanto essa experiência for mantida, na qual todos os nossos pensamentos, palavras e atos se acham centralizados nEle, o fruto do Espírito será evidente em nossa vida diária. Veja Gálatas 5:22-23. Mas se por um momento escolhermos deixar nossa união e comunhão com a fonte de vida e poder, então as obras da carne serão manifestas em nossa vida. Veja Gálatas 5:19-21.

(mais…)

Descanso em Meio ao Estresse

Rate this post

“Disse pois: Irá a Minha presença contigo para te fazer descansar.” Êxodo 33:14

PERGUNTA SURPREENDENTE

Certo palestrante, enquanto explicava ao auditório como controlar o estresse, ergueu um copo de água e perguntou: “Quanto pesa este copo de água?”

Seus ouvintes deram respostas que variavam entre 20 e 500g.

O palestrante ouviu pacientemente todas as respostas que as pessoas quiseram dar. Conseguira total atenção. Então fez uma declaração que ninguém jamais esqueceria.

Disse ele: “O peso absoluto deste copo de água não importa tanto quanto o período de tempo que eu tente segurá-lo. Se eu o segurar durante um minuto, não haverá problema. Se eu o segurar durante uma hora, ficarei com o braço doendo. Mas se eu tentar segurá-lo durante o dia inteiro, vocês teriam de chamar uma ambulância para me levar embora. Em cada caso, o peso é o mesmo, mas quanto mais tempo eu o segurar, mais pesado ele se tornará”.

POR QUE SE ESTRESSAR?

Será realmente possível que o fato de segurar uma coisa tão pequena como um copo de água possa incapacitar um forte homem adulto? Bem, isso é verdade. Mas quem se disporia a segurar algo tão pequeno assim até entrar em crise?

Bem, amigos, a maioria de nós faz isso diariamente. Nós o fazemos automaticamente, sem sequer questionar. É nosso estilo de vida. E acabamos entrando em crise!

É por isso que há divórcios em excesso, que os jovens se rebelam e os amigos se apartam; os problemas de saúde se intensificam e o crime aumenta. Que são esses “pequenos copos de água” que seguramos com tanta firmeza?

Ofensas recebidas de outras pessoas, conflitos não resolvidos, circunstâncias desorientadoras, coisas demais para fazer em tão pouco tempo, preocupações, ansiedades, técnicas ineficazes para solução de problemas, atitudes insatisfatórias, culpa, pensamento negativo, necessidades e expectativas de outros… e a lista é interminável.

Achamos que esses “pequenos copos de água” são indispensáveis, que precisamos nos apegar a eles, e que terríveis consequências ocorrerão se os colocarmos de lado. Talvez tenhamos desenvolvido o hábito de carregá-los por tanto tempo que parece que fazem parte de nós e simplesmente aceitamos sua presença, bem como a dor que os acompanha. E assim acabamos nos atrapalhando!

ENCONTRANDO A SOLUÇÃO

(mais…)