Aprendendo a Lidar com a Culpa Quando os Filhos Erram

Rate this post

Mesmo apesar de os filhos terem se afastado de Deus desde o Jardim do Éden, nenhum pai está preparado para encarar um pródigo em seu lar. Quem está preparado para ouvir o seu filho ou filha, depois de tanto tempo frequentando a igreja, e ouvindo as histórias bíblicas, dizer que não deseja mais ouvir falar de Deus? Ter um filho ou filha que se junta ao grupo errado de pessoas, usa drogas, ou se torna mais uma adolescente grávida para aumentar a estatística pode ser realmente devastador para um pai.

O Jogo da Culpa

Quando um filho renuncia a fé e entra num estilo de vida destrutivo, uma das áreas de maior conflito para os pais é o forte sentimento de falha e culpa que é experimentado por eles. Culpa pode se tornar uma companhia constante quando uma pessoa tenta entender o que deu errado – o que ele(a) fez de errado.

Você conclui que falhou, e entende que é por essa razão que as coisas deram erradas. Os pais de pródigos normalmente vivem sob um imenso peso de auto-condenação. É um peso que é destrutivo e perigoso, pois influencia tanto emocionalmente quanto espiritualmente uma pessoa. É um espiral descendente viciante que empurra você mais e mais pra baixo no ódio contra si mesmo, desespero, e auto-piedade. Mas essa não é a maneira pela qual Deus deseja que você viva. Para sair disso, você precisa aprender a diferenciar a culpa destrutiva da culpa construtiva, e como você deve responder a cada uma delas.

(mais…)