A NECESSIDADE BÁSICA DA CRIANÇA

A NECESSIDADE BÁSICA DA CRIANÇA 5.00/5 (100.00%) 1 vote

Ouvi ou testemunhei o sofrimento e a devastação que ocorrem nos jovens de ambos os sexos, cujos pais não querem ou não conseguem comunicar amor e aceitação aos filhos.

Falei com um grande número de adolescentes num enorme festival de música e ensino ao ar livre, realizado numa fazenda nos EUA. Certa manhã, enquanto falava sobre a importância e o valor de deixar a prática do sexo para depois do casamento, disse àquela multidão de cerca de 1200 jovens ouvintes que eles eram especiais e nunca deveriam esquecer que tinham enorme valor, e alguém que realmente os amasse iria reconhecer e honrar esse valor, esperando pelo casamento para praticar o sexo.

Mais tarde, naquela mesma manhã, notei que uma jovenzinha loira, com cerca de doze anos, me seguia. Parei e perguntei: “Você queria falar comigo?”

Ela respondeu com bastante timidez: “Você acha mesmo que eu sou especial?”. “Sim”, respondi. “Deus fez você especial e nunca se esqueça disso”. Coloquei levemente os braços em volta dela e lhe dei um abraço paternal. A menina começou a chorar repentinamente.

“Você não sabe quanto tempo esperei por isso”, disse ela. “Meus pais se divorciaram há cinco anos, e meu pai nunca me abraçou ou disse que sou especial”.

Aquela jovenzinha estava gritando por amor e aceitação, do tipo que só um pai pode dar, do tipo que nunca ela recebera.

Não posso contar as vezes em que meu coração se partiu ao compreender o quanto essa experiência é comum. Já ouvi inúmeros jovens dizerem: “Meu pai nunca me mostrou afeição” ou “Meu pai só me dá atenção quando faço algo errado”.

(mais…)