POR QUE RIR É BOM PARA SEU CASAMENTO?

Rate this post

Rir é um ótimo remédio. Exerce importantes efeitos psicológicos sobre você e sua alma gêmea. O filósofo francês Voltaire escreveu: “A arte da medicina consiste em divertir o paciente enquanto a natureza cura a doença”. Pesquisas recentes indicam que as pessoas com senso de humor têm menos sintomas de doenças físicas do que as que são mais mal-humoradas. Essa idéia não é nova, obviamente. Desde a época do rei Salomão, as pessoas já conheciam e aplicavam os benefícios do bom humor. Como diz Provérbios 17:22: “O coração bem disposto é remédio eficiente”.

Mas o bom humor faz mais do que trazer benefícios psicológicos ao marido e à mulher. Ajuda-nos a dar a volta por cima. Veja o que houve com Janet. Ela queria impressionar um pequeno grupo de amigos com um jantar elaborado. Cozinhou o dia inteiro e pediu ajuda ao marido para servir. Tudo corria bem até a hora do prato principal. Quando ele vinha trazendo o assado, a porta da cozinha bateu em suas costas e a travessa voou até o outro lado da sala. Janete congelou, se recompôs, e ordenou: “Querido, não fique aí parado. Pegue aquele assado, vá até a cozinha e traga o outro!”.

Sem sombra de dúvida, o humor nos ajuda a dar a volta por cima – não só nas coisas triviais, mas também nas horas trágicas. O psicanalista Martin Grotjahn, autor de Beyond Laughter [Além da Risada], observa que “ter senso de humor é entender o sofrimento humano”. Charlie Chaplin poderia ter dito o mesmo. Ele cresceu em um dos bairros mais pobres de Londres. Sua mãe sofria de sérios problemas mentais e seu pai morreu de alcoolismo quando Chaplin tinha apenas cinco anos. Rir foi a ferramenta que ele usou para superar as perdas da vida. A clássica cena do filme Em busca do ouro, na qual ele come um sapato de couro fervido no jantar, é mais que uma cena humorística. É um ato de triunfo humano, um monumento ao poder da superação do humor.

Para beneficiar-se da comédia, não é preciso ser comediante profissional. Viktor Frankl é outro exemplo de como o humor dá poder para uma pessoa lutar contra circunstâncias horrendas. No livro chamado Em busca de sentido, Frankl fala sobre como usou o humor para sobreviver ao tempo em que esteve preso durante a Segunda Guerra. Ele e outro amigo inventavam pelo menos uma história engraçada todos os dias para ajudá-los a superar seus temores.

Um campo de concentração nazista é um cenário dramático para chamar sua atenção ao valor do senso de humor, mas pode ajudá-lo a lembrar o que uma boa risada pode fazer por você e por seu casamento nos dias estressantes. Sejamos honestos, todo casamento tem suas dificuldades. Quando o canhoto do cheque não bate, quando as crianças parecem não obedecer, quando os horários colidem, quando você nem consegue lembrar qual foi a última noite em que namoraram, sem mencionar quando foram as últimas férias. Para essa horas, e dezenas de outras, o humor é inestimável. Aprenda com os profissionais: o legendário comediante Bob Hope disse que o riso são “férias instantâneas”. Jay Leno, apresentador de TV, disse: “Não se pode ficar bravo com quem faz você rir”. E o grande Bill Cosby disse: “Se você pode achar graça em qualquer coisa, você pode sobreviver a ela”. Os estudiosos concordam. Estudos revelam que indivíduos que têm forte senso de humor são menos propensos a experimentar desgaste e depressão e são mais propensos a aproveitar a vida em geral – incluindo o casamento.

Portanto, procure gastar tempo dando boas gargalhadas e encontrando maneiras de se divertir com seu cônjuge! Junte-se aos grandes, espalhe sorrisos pela vida.

Extraído de Les e Leslie Parrot, “Pequenas Coisas que Fazem Grande Diferença no Casamento”. Ed. Vida, p. 39-41.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *