Amor Paterno em Ação

Rate this post

FILHOS DIFERENTES

Você quer filhos mais bem comportados? Você quer que seu bebê se sinta satisfeito, e que seus filhos tenham disposição alegre e sejam prestativos? Você quer que seu adolescente seja respeitoso e ame a Deus?

Naturalmente todos nós queremos esses resultados. Mas estamos nós dispostos a fazer o necessário para alcançá-los? Somos nós corajosos o suficiente para fazermos o que for necessário para treinar nossos filhos no temor e admoestação do Senhor para que possamos ter adolescentes que sigam os caminhos do Senhor?

Se este é o caso, então precisamos escolher ir contra a educação de filhos de acordo com o mundo, contra o “eu”, e precisamos escolher fazer a vontade de Deus em Sua sabedoria e poder capacitador, não em nossa própria sabedoria e poder.

AS RAZÕES DE TANTOS FRACASSOS

Tenho encontrado pais em todas as partes do mundo que desejam bebês satisfeitos, mas que não conhecem a voz de Deus pessoalmente. Não conseguem reconhecê-Lo dirigindo-os na batalha contra o inimigo – o egoísmo.

Muitos pais conhecem apenas a voz de sua natureza carnal. Muitos erroneamente sentem que é demonstração de desafeto ser firme, negar de maneira decisiva os pequenos maus hábitos de seus filhos, ou dar-lhes consequências motivadoras diante de explosões de raiva ou ira. Como resultado a ira de seus bebês aumenta por causa de pais que não têm a devida firmeza e conhecimento da voz de Deus.

À medida que as crianças crescem, seu comportamento egoísta também cresce e se fortalece com a força deles, então aqueles pequenos maus hábitos crescem e se tornam grandes maus hábitos. Eles deixam de aprender como se submeter a seus pais ou a Deus. No entanto, pelos padrões do mundo, são considerados “bons” filhos.

Conforme amadurecem e se tornam adolescentes, qualquer menção por parte dos pais sobre padrões de regime alimentar, vestuário, etc., acabam em discussões acaloradas, e reações impetuosas e atrevidamente desafiadoras. Erroneamente consideram a leitura da Bíblia como uma cruel punição. Expectativas de bondade ou ajuda são consideradas irracionais. Esses jovens são vistos como “bons filhos” porque não fumam, não bebem, nem usam drogas ainda. Mas, a seu devido tempo, o fruto dessa condescendência permissiva mostrará suas amargas (e profundas) raízes.

Seus pais erguem as mãos dizendo: “Não fizemos nós tudo corretamente? Não os levamos à igreja, os educamos formalmente em casa ou os enviamos a escolas cristãs, e lhes ensinamos os versos para decorar? Acho que agora vamos simplesmente ter de deixá-los nas mãos de Deus!”

Seu filho pode ser um desses jovens desafiadores. Sendo assim, você deve enfrentar o fato de que seu filho é, em grande parte, um subproduto de sua educação imprópria, sua má administração, e sua religião mal-empregada.

Você precisa enfrentar a magnitude de seu próprio erro. Precisa pedir a direção de Deus para saber como sair dessa confusão e corrigir seus hábitos errados e tolerantes.

Deus tem um meio de escape para você ou para mim quando erramos. Mas Ele requer que abandonemos nossos antigos caminhos e olhemos a Jesus para saber qual é o próximo passo!

MAIS DO QUE IGREJA OU REGRAS

Em qualquer idade, nossos filhos precisam de pais que os dirijam e os disciplinem nos caminhos da justiça, guiados por Deus. Eles precisam de pais que os tornem uma prioridade acima de todas as outras coisas na vida.

Nossos filhos precisam ser conduzidos a Jesus, ensinados a reconhecer Sua voz, e mostrados como submeter sua vontade ao poder divino para que possam vencer na luta contra as inclinações egoístas. Precisam experimentar uma transformação em seus pensamentos, gostos, desejos, sentimentos, palavras e atos através da intercessão de um pai ou mãe cuja vida está  escondida com Cristo em Deus.

Pai e mãe, você mostrará o caminho a seus filhos? Está você pronto a assumir seu trabalho como pai ou mãe, guiado pessoalmente por Deus, não mais guiado pelo “eu” e pela natureza carnal? Será que vale a pena lutar pelos filhos? Sim! Sim!

Você está pronto a admitir que seus métodos têm sido errados e a corrigi-los hoje mesmo? Isso vai exigir muita oração, muito tempo com Deus, e muito esforço para fazer planos para a nova direção. Vai exigir que você estude para conhecer a vontade e o caminho de Deus – para encontrar em Cristo sabedoria e coragem para reconhecer e corrigir com firmeza os caminhos errados de seus filhos adolescentes.

Vai exigir esforço para aprender como cultivar o que é certo e substituir os caminhos errados de seus filhos!

Acima de tudo, você precisa conquistar o coração deles levando-os a Jesus para que Ele possa limpar-lhes a vida, dirigir-lhes em novas maneiras de reagir e responder às provações, e dar-lhes poder para se opor às suas antigas inclinações.

Se você conquistar o coração e depositá-lo nas mãos de Jesus, as bênçãos e mudanças serão maravilhosas.

Se você não fizer uma entrega verdadeira e lutar por um comportamento correto longe de Cristo, você ficará dolorosamente desapontado e ferido.

Não tema a batalha de reconquistar o coração deles, tirando-o das garras de Satanás – dos hábitos e pensamentos mentirosos que ele tem cultivado e exercitado neles durante todos esses anos. Ensine- os a conhecer a voz de Deus. Enfrente a batalha com firmeza e coragem, pois Deus prometeu: “O Senhor lutará por você!” Mas primeiro você precisa vir a Jesus, tomar Sua mão, e passar muito tempo de joelhos com lápis e papel na mão para planejar resgatar seu filho do serviço de Satanás e aprender como colocar seu filho no serviço de Deus.

DEU CERTO!

Vou compartilhar a história de uma família na esperança de que possa inspirar você a dar esse passo de permitir que Deus lhe guie ao você guiar seu filho para fora de uma vida de pecado e egoísmo e colocá-lo no caminho estreito. Veja se pode se relacionar e aprender com essa experiência. A carta dessa família se intitulava “O Fogo”.

“Meu filho sempre fora um menino relativamente bom. Não usava drogas, era trabalhador e frequentemente surpreendia os adultos por sua disposição de comunicar-se com eles. Gostaria de poder dizer que ele tinha dezessete anos quando subitamente tivemos problemas, mas a verdade é que houve sinais e sintomas através dos anos.

Não éramos constantes em nosso lar. A disciplina de estudo regular no ensino formal no lar estava deficiente e éramos comodistas, dando o pior exemplo possível.

Quando tentamos disciplinar, nossa disciplina consistia em fazer a coisa certa e obrigar princípios adequados, sem que nós mesmos estivéssemos submissos a Deus, e sem sermos guiados por Ele. Nós é que estávamos no controle, não Deus!

Apenas esporadicamente nos esforçávamos para conquistar sua amizade, e como adolescente, gradualmente sentimos que estava se afastando de nós. Sua música, seu trabalho, e seus amigos, tanto no telefone como na Internet, estavam consumindo grande parte de seu tempo. Ele desenvolvera amizades que tinham influências negativas sobre ele, e percebemos que tinha começado a furtivamente consumir alimentos impróprios e cafeína.”

DESASTRE ANUNCIADO

Você vê, os pais sabiam. Viam os problemas, mas apesar desse conhecimento não tinham poder. Meus amigos, é preciso mais do que conhecimento. Se desejamos ser usados por Deus para arrancar nossos filhos das mãos do destruidor, é preciso verdadeiro heroísmo, determinação, e por vezes, até mesmo uma audácia precipitada proveniente da certeza.

Somos nós corajosos o suficiente para examinarmos nossas atitudes e escolhermos ir contra a educação mundana? Estamos nós comprometidos em nos saturar nos conselhos que Deus tão abundantemente nos deu? Estamos dispostos a negar o “eu” e buscar fazer a vontade de Deus? Coragem, firmeza, e condições positivas são necessárias para criar filhos na instrução e admoestação do Senhor. Precisamos decididamente resolver não mais permitir que eles meramente “cresçam” como ervas daninhas em nosso jardim.

Muitos de nós temos tentado criar filhos tementes a Deus usando métodos não divinos, ou usando os métodos de Deus independentemente dEle. Isso sempre causou e causará fracasso, pois “Sem Mim nada podeis fazer”! Mas quando levamos nossos filhos a uma “entrega completa do coração”, então o Senhor pode remover aquela raiz maligna de egoísmo e plantar a boa raiz da justiça. É preciso uma combinação do esforço humano e da graça divina.

“TRISTE” DESCOBERTA

“Certa noite minha esposa estava acordada à uma hora da manhã. Enquanto orava, sentiu-se impressionada a ligar o computador e ler o e-mail que meu filho havia enviado. Ela fez isso, e ficou espantada ao perceber a extensão de sua rebelião. Ele falava dela de maneira injuriosa, e ficou claro que estava simplesmente esperando alcançar a maioridade.

Contou aos amigos como realmente se sentia em relação à vida em seu lar, e ficamos tristes ao ver sua linguagem vulgar e seu desejo  determinado de sair de casa assim que pudesse.

Ao mesmo tempo em que nos sentíamos magoados, percebemos também que a culpa era nossa. Tínhamos criado um problema, e agora, se ele devesse ter alguma chance, teríamos que recuperá-lo com Deus. Naquela manhã, ele discutiu com a mãe e sem permissão pegou o carro e saiu de casa irritado.”

Você pode apenas “mostrar-lhes” o caminho, sabia? É você um dominador de sua natureza egoísta? Você conhece pessoalmente a voz de Deus falando a sua consciência? Você sabe como cooperar com Deus e se entregar a Ele? Deus deseja ouvir e responder suas orações para que possa ensinar-lhe como ensiná-los!

QUANDO O “CERTO” NÃO É CERTO

Esses pais tinham instruído seu filho, mas sua vida e coração não  pertenciam a Deus. Precisamos entender a diferença entre ensinar e treinar. Ensinar é dizer, instruir e tornar alguém ciente do que é o certo.  Ensinar lida apenas com a mente. Ensinar apenas não é o suficiente!

Treinar lida com a vontade e se certifica de que eles fazem o que sabem ser correto. Embora ensinar raciocine, peça uma decisão, e dê compreensão, é apenas o começo.

Quando ensinar não produz obediência, então é preciso tomar medidas mais firmes. Eles escolhem uma consequência quando escolhem desobedecer. Treinar busca o conselho de Deus e administra qualquer disciplina ou conseqüência (uma baixa motivação) necessária para levar a falta de cooperação deles a uma verdadeira entrega.

Nessa entrega, Deus pode transformar os pensamentos, sentimentos e disposição deles enquanto fazem o que é certo. Você precisa que Deus o guie nessa batalha.

Deus precisa conquistar o coração de nossos filhos para que possa transformá-los.

Deus pode pedir mais firmeza do que você tem usado até aqui. Você O seguirá por amor ao seu filho? Extrema firmeza pode ser necessária para corrigir seus hábitos de brandura e tolerância. Ou, Deus pode pedir à mãe ou ao pai ditatorial e frio que cultive a brandura. Em ambos casos, toda firmeza deve ser aplicada no Espírito Santo – não na natureza carnal. Procuremos encontrar o equilíbrio. Observe que firmeza essa família foi impressionada a usar.

“Mais tarde naquele dia, depois de meu filho haver voltado para casa, sua mãe confiscou as chaves do carro e a carteira de motorista. Tínhamos que lidar logo com esse problema. Estávamos a menos de um ano de seu décimo oitavo aniversário. Conversamos e oramos fervorosamente por sabedoria, reivindicando a promessa de Tiago 1:5. Mas nenhuma resposta apareceu imediatamente. Porém ao tirar o lixo para o barril onde era queimado, subitamente eu sabia o que tinha de fazer. Afastei-me do barril para buscar o toco de cortar lenha e o machado.”

AMOR VERDADEIRO EM AÇÃO

Em contínua oração, me preparei para algo que não queria fazer, mas senti que o Senhor estava me chamando a fazer. Então, enquanto as outras crianças estavam dormindo, disse a meu filho e minha esposa:

‘Ponham seus casacos e botas. Temos trabalho a fazer lá fora.’ Joguei uma mochila sobre meus ombros e os dirigi pelo gramado enquanto orava em meu coração: ‘Senhor, não quero fazer isso. Por favor, me ajude! Por favor, dá-me as palavras certas. Dá-me força. Que a Tua vontade seja feita.’ Parei no barril de queimar lixo e tirei a Bíblia da mochila. Então eu disse:

“ ‘ Filho, hoje vamos ter uma lição objetiva que você lembrará para o resto da vida.’

“Abri a Bíblia em Judas 21-23 e li as seguintes palavras da Bíblia Viva: ‘Fiquem sempre dentro dos limites onde o amor de Deus possa chegar até vocês e abençoá-los. Esperem pacientemente pela vida eterna que nosso Senhor Jesus Cristo lhes dará na Sua misericórdia. Procurem ajudar aqueles que contendem contra vocês. Tenham compaixão daqueles que duvidam. Salvem alguns, arrebatando-os como se fosse das próprias chamas do inferno. E quanto aos outros, ajudem-nos a encontrar o Senhor, sendo bondosos com eles, mas tomem cuidado para que vocês mesmos não sejam arrastados para os mesmos pecados deles. Detestem qualquer vestígio do pecado deles, enquanto têm compaixão deles como pecadores.’

Então eu disse: ‘Filho, nós pensamos que estávamos sendo misericordiosos e bondosos com você, tentando salvá-lo do mundo. Mas, vemos que estávamos errados.’

“Então, colocando a Bíblia de lado, enfiei a mão no bolso, peguei alguns palitos de fósforo e coloquei fogo em alguns papéis sob a isca inflamável dentro do barril. Depois, enfiei a mão na mochila e peguei uma pilha de papel contendo e-mails entre meu filho e seus amigos.

“Comecei a olhar as mensagens e a jogar todas, exceto uma, no fogo. Comecei a ler a mensagem que ele havia escrito naquela manhã logo após sua mãe ter confiscado seus fones de ouvido enquanto ele ouvia um CD de roque ‘cristão’. Era uma carta muito raivosa escrita com muita linguagem vulgar. Eu a li em voz alta (ninguém mais podia nos escutar) e com veemência (apesar de não estar bravo) como imaginei que ele desejara fazer. Eu li tudo, inclusive as vulgaridades que usou para falar de sua mãe. Então joguei a carta no fogo. Ela voou de volta sem nenhum estrago. Joguei novamente e a mesma coisa aconteceu. Então eu a amassei firmemente em meu pulso, segurei-a na direção de meu filho e disse em voz alta:

“ ‘ Satanás gosta disso! Ele gosta tanto, que não quer vê-la queimando como ele vai ser queimado. Eu amo você demais para deixar que se una a ele no fogo um dia!’ Joguei a carta no fogo mais uma vez. Desta vez ela foi consumida.

“ ‘Filho, após quarenta anos no deserto, os Israelitas ainda tiveram que lutar com gigantes, mas escute o que Deus disse’ peguei minha Bíblia e li as palavras de Deuteronômios 1:8: ‘Eis aqui a terra que eu pus diante de vós; entrai e possuí a terra que o Senhor, com juramento, deu a vossos pais…’

“Então disse: ‘Filho, existem gigantes em sua vida, mas nós vamos entrar e possuir sua terra, porque Deus nos deu a vitória!’

“Com meu machado fincado em um toco de cortar madeira exatamente em minha frente, li as seguintes palavras em Mateus 3:10: ‘Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.’ E continuei dizendo:  ‘Filho, existem algumas árvores em sua vida que não têm produzido bons frutos.’

“Colocando as mãos dentro da mochila, peguei uma pequena TV a cores portátil que sua mãe encontrara no guarda roupa dele naquela manhã; coloquei-a no toco de cortar madeira. Disse então:

“ ‘Filho, isso representa todo o lixo em sua vida que Satanás está usando para destruir sua alma.’ Levantei meu machado e com uma pancada a destruí. Apontando aos pedaços, disse em voz alta e firme:

“ ‘ Jogue-a no fogo!’ e ele obedeceu.

“Tirando uma caixa plástica que continha dezesseis CDs chamados de roque ‘cristão’, cortei-os em pedaços e mais uma vez ordenei:

“ ‘Jogue-os no fogo!’ ao confiná-los ao seu destino flamejante, chegou um tanto perto demais e quase se queimou. Eu disse: ‘Filho se continuar a se apegar aos seus pecados, você queimará no inferno um dia, do mesmo modo que aqueles CDs.’

Passamos pela mesma rotina com seus dispendiosos fones de ouvido e protetores auriculares enquanto eu disse: “ ‘Estes poderiam ter sido usados para o bem, mas você escolheu usá-los para o mal.’

“O último item a ser sacrificado era um pequeno pedaço de queijo tipo cheddar encontrado no bolso de seu casaco. Expliquei: “ ‘Isso representa todo o lixo que você tem colocado em seu corpo.’

“Depois que o esmaguei com o machado, ele o jogou no fogo.”

DEUS O AJUDARÁ?!

Você vê como Jesus, o poderoso Pastor, conduzirá pessoalmente seus passos para corrigir sua presente situação? Venha a Ele para que tenha luz e vida. Ele precisa que você passe muito tempo com Ele – não apenas tempo com Sua palavra, mas momentos íntimos com Ele quando poderá conversar pessoalmente com você.

Ele deseja alcançar seu coração, seus problemas e suas lutas contra o pecado.

Ele quer dar-lhe poder para vencer até mesmo aqueles pecados insistentes, aqueles problemas crônicos, e para mostrar o caminho certo a seus filhos! Este é o verdadeiro “grande conflito”. A escolha é verdadeiramente sua. A quem você está escolhendo servir hoje?

“Deixando meu machado de lado e pegando minha Bíblia, comecei a partilhar com meu filho o plano divino de salvação. Com lágrimas nos olhos eu disse:

“ ‘Ninguém jamais me mostrou como caminhar com Jesus. Ninguém jamais me ajudou. Sua mãe e eu cometemos muitos erros, mas nós o amamos e queremos fazer todo o possível para ajudá-lo a ter com Jesus um relacionamento que lhe salvará. Deus está pronto a dar-lhe a vitória agora mesmo.

“’O apóstolo Paulo disse: ‘Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.’ I Cor. 15:57. Jesus já derrotou Satanás, e nos dá a vitória conforme a reivindicarmos. Em Romanos 6:11 e 12 lemos: ‘Assim também vós considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões.’ Se estamos mortos para um pecado, então não vamos cometê-lo. ‘Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências.’ Romanos 13:14. Filho, de modo geral você tem sido cordato conosco, mas dificilmente se submete a Deus ou a seus pais, e agora estou pedindo a submissão verdadeira.”

O RESULTADO

“Graças a Deus, ele escolheu a submissão, orou conosco, admitiu seus pecados e buscou perdão.

“Imediatamente tivemos a oportunidade de testar sua submissão, conforme expus o novo programa para o nosso lar. Além de mudanças no horário para todos nós, haveria novas restrições para ele. Eu guardaria sua carteira de motorista por um tempo. O telefone sem fio seria substituído por telefones com fio para que não houvesse oportunidade de conversar particularmente com os amigos. Toda correspondência que saísse ou chegasse por qualquer meio, agora teria que passar por mim primeiro. Pedi que rompesse uma de suas amizades, e restringi outra a se associar com ele apenas em minha presença.

Eu também fiz mudanças, passei mais tempo com meu filho e fiz amizade com ele – algo novo para nós dois. Um dia fomos esquiar na neve. Embora eu tenha sentido como se tivesse quebrado algumas costelas ao sair do teleférico, e por vários dias tenha sentido dores musculares porque não me exercitava havia algum tempo, eu não trocaria esse novo relacionamento por nada no mundo! Este não é o fim da história – apenas o começo de uma história melhor. Meu filho está progredindo, e está aprendendo a se sujeitar a Deus e aos pais.”

O SINÔNIMO DA VITÓRIA

Firmeza em Cristo é o ingrediente essencial para levar nossos filhos para longe de hábitos errados. Caro leitor, dependa de Cristo pessoalmente para orientação quanto a seus filhos adolescentes. Este é o segredo para o sucesso! Não copie os métodos que outros usaram como seu segredo para o sucesso. A tentativa de fazer o que outros fizeram sem a presença de Deus a guiar-lhe geralmente termina em fracasso. Não há virtude alguma em um método desassociado da direção de um Deus onisciente. Não siga apenas um método. Vá com Deus e com o método de seguir a direção divina para sua família. Coragem! Nunca é tarde demais para trabalhar com Jesus por seu filho errante!

Escrito por Sally Hohnberger, fonte: www.EmpoweredLivingMinistries.org

Marcado , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *