Um Casamento Melhor

Rate this post

“Senhor, eu quero um casamento melhor! Eu tenho um bom casamento pelo julgamentos dos outros, mas eu quero um melhor!” Minhas emoções estavam muito fortes quanto ao desejo de que meu marido fosse o sacerdote do nosso lar, não eu, e por isso eu estava clamando ao Senhor. Isso aconteceu anos atrás.

O Senhor me encorajou com esse texto: “Eu te instruirei e te ensinarei o caminho que deves seguir; eu te darei conselhos sob minha vista” Salmo 32:8. Senti que esse pensamento vinha de Deus. Será que agirei de acordo com a sugestão de Deus ou vou continuar andando do meu jeito?

Escolhi depositar esse desejo nas mãos de Deus, pois eu não conseguiria mudar meu marido. Eu tinha que confiar que Deus podia mudar seu coração, e aliviar o meu fardo. Para minha surpresa, me senti em paz. Amigos, enquanto minhas emoções ainda não estavam totalmente controladas, eu afirmei confiantemente: “Senhor, sei que podes mudar minhas emoções e me mostrar o que desejas que eu faça. Ajuda-me a estar atenta e sensível à influência e direção do Teu Santo Espírito. O que for necessário, Senhor, estou verdadeiramente desejosa de cooperar contigo, obedecer Tua vontade, para ter um casamento melhor”.

Bem, não demorou muito e apareceu minha chance. Deus é um Professor fiel. Eu estava lendo o Evangelho de João, capítulo 17, tentando aplicar o texto para mim individualmente. Quando li o verso 19, perguntei a Deus: “O que significa ‘E por eles Me santifico’ para minha vida hoje”?

“Por você, Sally, eu dei o exemplo de morrer para o EU. Escolhi fazer a vontade do Meu Pai, mesmo quando toda a minha natureza carnal desejava outra coisa. Assim como venci, pelo poder do Meu Pai, não pelo Meu próprio, você também pode vencer. Essa é a melhor maneira pela qual posso ajudar você, e é a melhor maneira que você pode ter para ajudar seu marido, seu casamento ou qualquer outra pessoa, para que haja qualquer tipo de mudança duradoura na vida. Dê-me completamente o seu coração”.

Eu pensei: “O que Deus pode fazer com um coração totalmente entregue a Ele? Qualquer coisa, todas as coisas! Se eu deixar Deus mudar meus pensamentos, minhas palavras e meus atos, como estarei ajudando meu marido a mudar?”

“Quando um cônjuge vê você sendo transformado quanto a suas fraquezas, suas reações erradas e hábitos prejudiciais, eles podem ser encorajados e acreditarem que eles também podem ser transformados vindo a Mim. Muitos não mudam porque não sabem como. Muitos não descobriram uma maneira que funcione consistentemente. Muitos podem ser beneficiados simplesmente por verem o exemplo de alguém que vive completamente dependente de Mim. Muitos observarão, desejarão, e imitarão o que veem. Você estará ajudando seu cônjuge ao deixar que Eu transforme você”.

“Portanto, preciso decidir seguir a Ti, e não esperar que meu cônjuge me acompanhe nesse compromisso”.

“Só quando você cumprir e fizer sua parte, posso cumprir a Minha! Sem sua cooperação em me obedecer, você será deixada em seus pecados e velhos hábitos, e isso não ajuda seu cônjuge. Eu vou lhe ensinar, se você Me permitir. O melhor jeito de ajudar Seu marido é deixar que Eu controle seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações. Isso vai exigir disciplina para escolher entregar cada momento do seu dia para Mim. Isso se você quiser que Eu coloque em prática em sua vida o poder de vencer o pecado. Quando tiver você, poderei tocar a vida de seu cônjuge através de você”.

Jesus cumpriu a vontade de Seu Pai, e viveu pelo poder divino de Seu Pai, não confiando em Suas próprias forças. E foi por meio desse relacionamento de entrega e cooperação que Ele foi capacitado pela graça de Seu Pai a viver acima da tendência da natureza pecaminosa. Jesus estava mostrando para todos nós a maneira de nos libertarmos do serviço a si mesmo. Esse tipo de atitude destrói casamentos.

Por experiência, percebi que a graça de caminhar intimamente com Deus estava disponível para mim, mas não servia para nada, a não ser que eu decidisse morrer para mim mesmo e viver por Jesus. Se estiver disposta a morrer para o EU para que Cristo viva em mim, posso ter um casamento melhor. Se eu não faço a minha parte, de morrer para o EU, Ele não pode me transformar, nem mudar meu casamento. Deus trouxe esses pensamentos ao meu coração, diariamente, e a todos os momentos. Deus também está buscando o seu coração.

“Senhor, eu quero. Mostra-me o que preciso fazer com todas as minhas escolhas para hoje”.

“A primeira mudança que você precisa fazer é parar de focalizar-se nas falhas de seu marido, ponderando o quão terríveis elas são, o quão fraco ele é, o quanto você deseja que ele mude e se torne o sacerdote do lar. Ao invés disso, coloque Seu cônjuge nas minhas mãos por meio de uma linguagem positiva de oração, e não pontuando os defeitos que você quer que ele mude, como normalmente tem feito. Use a minha vontade como filtro antes de você falar alguma coisa sobre isso. Se alegre nos momentos de culto comigo. Se anime com essa tarefa. Busque a Mim para mudar esses pensamentos e sentimentos errados, e farei isso”. Eu tomei Sua mão, e comecei a aprender como segui-lO, como morrer para o EU e viver para Deus.

“Sally, lembre-se que você não é capaz de decidir que seu esposo mude, mas você tem o poder de deixar que Eu mude você. Se você cooperar comigo para mudar você, seu casamento também mudará, você vai ver. Se concentrar no que você não pode mudar será apenas uma tentação para fazer você se desesperar. Ao invés disso, concentre-se no que você pode fazer em Mim. Dessa maneira, você será um testemunho para a religião de Cristo mais forte do que qualquer outra coisa”.

“Senhor, isso faz muito sentido. Deixe-me ver se entendi: por meu marido, eu me santifico. Por meus filhos, eu me santifico. E por minha família mais distante e amigos, a melhor coisa que posso fazer para lhes ajudar é deixar que Tu santifiques (endireites) meus pensamentos, palavras e ações. Dessa maneira, estou sendo um poderoso testemunho, dizendo que se Jesus pode me transformar, Ele pode transformar você também”.

“Sim, Sally. Você entendeu a teoria muito bem, mas agora precisamos ajudar você a ganhar experiência.” O Senhor falou isso com muita compaixão, pois Ele entende que saber e fazer são duas escolas diferentes e a segunda é o mais difícil das duas.

Esses princípios funcionam não apenas para a esposa, mas para o marido também. “Fazei tudo o que Ele vos disser” João 2:5. Veja se o Senhor pode melhorar o seu casamento.

As escolhas que tive de fazer contra a minha natureza, minhas inclinações, minhas emoções, foram muitas nos meses seguintes, e foram mais ou menos como descrito a seguir.

Um dia, enquanto passava ferro, estava muito irritada sobre algo que meu marido tinha dito. “Sally, você não precisa reclamar dele, e listar os defeitos que ele tem dessa maneira. Esses pensamentos destroem casamentos. Ao invés disso, vem e segue-Me. Em tudo daí graças. ‘O coração alegre é um bom remédio, mas o espírito abatido adoece os ossos” Prov. 17:22. Deus arrazoou comigo por meio desses versos. Deus me guiou passo a passo, e eu entreguei escolha após escolha, contra meus sentimentos, e meus pensamentos, que me levavam à direção oposta. Foi muito difícil naquele momento, mas que alegria depois perceber que Jesus tinha transformado minha vontade, meus pensamentos e até mesmo meus sentimentos. A graça pode operar apenas quando e se eu coopero. Jim era um marido melhor aos meus olhos, meus pensamentos, mas ele ainda não tinha mudado. Deus me transformou! Quando meu marido entrava no quarto, era possível e dava prazer, sob a liderança de Jesus, responder com alegria. O amor por ele encheu meu coração onde antes só havia ressentimento, tristeza e mágoa.

Deus me tirou da reclamação e me levou à complementação do meu marido. “Diga-lhe o quanto você aprecia a maneira que ele lida com as finanças”. Ele fazia um bom trabalho nesse aspecto, mas algumas vezes eu me ressentia do fato de ele dizer “não” a alguns dos meus desejos. Isso tinha sido sempre um ponto de discussão. Escolhi, me entreguei, segui a Jesus, e encontrei gratidão divina. “Diga-lhe o quão agradecida você fica quando ele cuida dos meninos, para que você possa tomar um demorado banho de banheira”. “Diga ao seu marido o quanto você gosta quando ele brinca com seus braços quando você está digitando para ele”. Expressões de gratidão e admiração pelos atributos de nosso cônjuge tem um efeito positivo em nossa mente e ânimo, bem como no deles. Gentileza motiva gentileza. Reclamação é a trilha para o poço do desespero. Ficar listando os erros é a pá que cava mais fundo o poço da desesperança. A cada dia deveríamos fazer algo para alegrar nosso cônjuge; fazer um favor, dar um elogio ou agradecimento, ou ajudar em algum projeto deles. Morrer para si mesmo exige que vivamos para os outros diariamente.

Deus me tirou da vida independente dEle. “Sally, essa briga que você teve agora foi guiada pelo seu EU, você não filtrou suas palavras pela minha vontade. A natureza pecaminosa foi quem dominou você, e você obedeceu. Escolha a Mim, e eu serei o seu Guia. Responda ao Meu chamado em Seu coração, e guiarei você quando enfrentar esses conflitos, de uma maneira melhor, e que com o tempo eliminará a maioria deles. Segure a minha mão e me siga”.

Deus sempre pedia a minha entrega. “Oh Senhor, tudo o que pedes vai em oposição direta à minha natureza, aos meus desejos e hábitos. Cooperar contigo na minha santificação não é um trabalho fácil, é preciso muito esforço para morrer para o EU!”

“Tudo o que é bom demanda esforço. Sally, filtre seus pensamentos pela Minha vontade antes de você falar. Vou dirigir você para que saiba quando falar e quando não falar. Não corrija seu esposo quando ele dirige o culto, você o está desanimando, você não entende as lutas dele. Se você Me seguir, posso redimir você de ser guiada pelo seu EU. Deixe ele comigo. Quando ele se entregar a Mim, Eu o tornarei o sacerdote do seu lar”. Eu tentei a maneira de Deus. Fiz morrer a minha própria vontade, filtrei o que ia dizer pela vontade de Deus, me entreguei para ser guiada e fiz a Sua vontade. Meu marido se tornou o sacerdote do nosso lar como resultado. Deixar Deus purificar meu coração, minhas palavras e minhas respostas foi a maneira de ter um casamento melhor. Você deseja um casamento melhor? Experimente seguir a maneira de Deus.

A graça de Cristo trabalhando em mim, mudou meus pensamentos, sentimentos e minhas respostas. Meus pensamentos e sentimentos influenciavam grandemente minhas respostas. Por exemplo, ao invés de ter pensamentos de desânimo ou de me irritar, Deus me conduziu para por minhas energias para clamar e me aconselhar com Jesus. “O que quereis que eu faça?” Quando fiz a minha parte, Jesus fielmente me instruiu sobre o que dizer e não dizer, e em que momentos. E assim, nosso casamento melhorou. Minha alegria não dependia mais das mudanças do meu marido. Minha alegria era que Deus estava trabalhando em mim e me transformando.

Deus me pediu para confessar os meus erros, para pedir perdão pelos 5% de culpa que eu tinha nas discussões. Argumentei com Deus que isso era injusto, que meu marido era quem devia me pedir perdão! “Siga-me, Sally. Confie que isso é o melhor que você pode fazer. Não importa se parece que isso vai dar vantagem para seu marido. Tudo o que lhe peço é que Me siga, e Me entregue seu coração”. Fiz a vontade de Deus e meu marido se aproximou de Jesus porque eu mudei. Como resultado, ele pediu perdão por seu erro, o que, naquele tempo, era um verdadeiro milagre. Deus sabe o que é melhor para entrar no coração de todos nós. Ao confiar e seguir a Deus, nosso casamento melhorou com aquela experiência. I repito essa experiência com maior confiança em Jesus a cada oportunidade.

Nas semanas seguintes, Deus me ensinou como ter uma real e positiva experiência de oração intercessória por meu esposo. Isso teve uma influência profunda, poderosa e positiva em nosso casamento. Ele sugeriu que eu dedicasse 15 minutos de oração, diariamente, pelo meu marido. Jesus me ensinou como orar para que meu marido também esteja nas mãos de Deus. Isso foi uma tarefa bem complicada para os meus pensamentos. Ao invés de ficar listando suas falhas para Deus em oração, o que levava ao desânimo, eu o vi como ele poderia se tornar quando se entregasse a Deus. Eu o vi liderando alegremente o culto familiar. Esses pensamentos geraram amor, respeito e emoções positivas para com meu marido. Eu saia da oração cheia de esperança, e não mais com um peso nas costas, como acontecia anteriormente.

Ao fazer oração intercessória, minhas emoções foram transformadas. A esperança substituiu o desespero, o amor substituiu a raiva, e as respostas guiadas por Deus substituíram as respostas humanistas. Fiquei feliz até em liderar nosso culto familiar, não mais guardando ressentimento ou desejando me ver livre daquela atividade. Um grande milagre foi feito por Deus em minha vida.

Tornei-me sensível às minhas palavras e emoções. Deus me conduziu a evitar as expressões “você sempre”, “você nunca”, e outras ilustrações falsas ou exageradas dos erros dele. O EU deve morrer e eu preciso escolher viver por Jesus. Tive que aprender a condensar meu diálogo, enquanto meu esposo teve que aprender a falar mais. Inclinações, hábitos e tendências cultivadas não precisam ser expostas em conflitos ou discussões, ao invés disso, devemos simplesmente obedecer a voz de Deus. Ter uma comunhão com Deus no meio das brigas foi vitalmente importante. Isso pode manter ou terminar um casamento. As bênçãos advindas de obedecer a Deus resultaram na melhora drástica de nossa comunicação. Os conflitos surgiam de vez em quando, mas eu tinha a Deus para me guiar no meio deles, e sempre Ele mostrava uma solução. Um casamento melhor veio com o tempo, mas a paz veio no momento em que decidi seguir Jesus. Havia alegria por ser capaz de fazer o que era certo ao invés de ser escravo do erro.

Quando eu me permitia ser guiada pela natureza carnal e minhas inclinações pecaminosas, o resultado era muita mágoa e coração ferido. Seguir a minha própria vontade é sempre uma maldição. Eu me magoou, meu marido se magoa, e o abismo entre nós fica maior. Escolher servir a Deus e fazer o que é certo, morrendo para o EU, são as melhores coisas que podemos fazer por nossos casamentos.

Os milagres também aconteceram na vida de meu marido. Ao colocar minha necessidade por um sacerdote diante de Jesus, Deus colocou essa convicção no coração do meu esposo, e ele ficou incomodado,  irritado e preocupado. Enquanto ele não decidiu seguir a Jesus e fazer Sua vontade, ele não encontrou paz. Ele lutou com suas dificuldades, mas finalmente se entregou ao chamado de Jesus. Jesus o capacitou para enfrentar os pensamentos e sentimentos de inadequação. Meu marido assumiu seus deveres sacerdotais e desde então tem sido fiel no cumprimento do seu dever. Jesus pode transformar seu casamento também! Está você disposto a morrer diariamente para a vontade própria?

Quando aprendi o poder da oração intercessória, levei muitos problemas para Jesus. Tornei-me muito segura em colocar meus problemas aos pés de Jesus e deixar que Ele apresentasse essas coisas ao coração do meu esposo. Deus fez um trabalho muito melhor do que eu poderia fazer. Eu nunca gostei de conflitos, e entregando essas preocupações para Jesus, eu não precisava brigar sobre nada! Ou precisava? Sempre que chega um momento em que uma pessoa fica confortável com o método que Deus usa, Ele muda o programa, para nos manter dependentes dEle e não dos métodos e técnicas. Não foi o método que transformou nosso casamento, mas foi Cristo, dirigindo o método. Há um tempo certo para ficar calado, e há momentos para falar, para desafiar.

Um casamento melhor, uma melhor comunicação no casamento, uma atmosfera mais pacífica no lar está disponível para todos que buscarem a Deus e permitirem que Ele os guie e seja o Senhor da sua vida. O que você vai fazer? Deus espera sua cooperação para derramar essa grande e transformadora bênção de Cristo em seu casamento.

Traduzido de Sally Hohnberger, www.EmpoweredLivingMinistries.org.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Uma resposta para Um Casamento Melhor

  1. bruna diz:

    amei ler a materia,nunca vi alguem falar assim,achava q/ casamento era so para sofrermos,o q/ mais sinto e solidao e desespero;sinto arrependimento por nao estar bem,e nao conseguir q/ ele seja feliz.foi boa essa atitude!sera q podem m ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *